O preço não tem nada a ver com o custo do produto. Quem define o preço é o mercado”, disse um executivo da Mercedes-Benz, para explicar porque o brasileiro paga R$ 265.00,00 por uma ML 350, que nos Estados Unidos custa o equivalente a R$ 75 mil.

“Por que baixar o preço se o consumidor paga?”, explicou o executivo.

Participe no Protesto!

domingo, 15 de janeiro de 2012

Veículos de luxo a preço popular

http://www.meufocusquebra.com/veiculos-de-luxo-a-preco-popular/#more-588

Salão de Detroit mostra que os americanos pagam bem menos que os brasileiros por carros de luxo
Publicado em 15/01/2012, às 08h00

Ter um Jeep Compass custa para os americanos pouco mais de U$19 mil. Os brasileiros pagariam em torno de R$150 mil

Foto: Silvio Menezes/JC

DETROIT (EUA) – Os preços dos carros no Brasil são considerados bastante altos se comparados ao de outros países, sobretudo os do primeiro mundo. As razões são muitas, inclusive, dos altos impostos cobrados pelo governo em nosso País. Há quem diga que os altos valores se devem aos lucros dos fabricantes. Independente da razão, basta rodar pelo salão de Detroit e a diferença fica bem evidente. Como em vários estandes os preços ficam ao lado do veículo, podemos ter a certeza de que o americano paga o preço de um popular no Brasil para andar num carro de médio porte. Com o equivalente a R$ 50 mil, o cliente está montado num veículo de alta performance.
O Dodge Charger, um carrão e tanto, custa 25 mil dólares – quase R$ 50 mil. O modelo não é vendido aqui, mas o equivalente custa mais de R$ 150 mil. O Toyota Camry é vendido nos EUA pelo preço inicial de 22 mil dólares, o equivalente a pouco mais de R$ 40 mil. Nas lojas brasileiras, o valor gira em torno de R$ 130 mil. Tem ainda o Yaris, um hatch da Toyota que custa 15 mil dólares. No exterior, utilitários esportivos e sedãs da Acura (divisão de luxo da Honda) são vendidos a preço de veículo de médio porte.
O editor viajou a convite da Anfavea

Nenhum comentário:

Postar um comentário