O preço não tem nada a ver com o custo do produto. Quem define o preço é o mercado”, disse um executivo da Mercedes-Benz, para explicar porque o brasileiro paga R$ 265.00,00 por uma ML 350, que nos Estados Unidos custa o equivalente a R$ 75 mil.

“Por que baixar o preço se o consumidor paga?”, explicou o executivo.

Participe no Protesto!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Montadoras dão desconto de até 30% para locadoras

 http://autoinforme.com.br/noticias.asp?id_tipo_noticia=2&id_secao=6&id_noticia=10883

As concessionárias estão preocupadas com as vendas diretas, feitas da montadora para as locadoras de veículos. Os carros são vendidos para as locadoras com desconto de até 30% e depois são vendidos no varejo numa condição, evidentemente, muito mais vantajosa do que a da concessionária.
Existe um prazo legal mínimo de permanência do carro na locadora, de doze meses, mas nem sempre o período é respeitado: o carro é vendido antes.
Sérgio Reze, presidente da Fenabrave, que reúne dos concessionários de todo o Brasil, disse ao repórter Pedro Kutney, do Automotive Business, que essa prática está prejudicando as concessionárias, que, segundo ele, estão perdendo a rentabilidade.
Segundo o dirigente, além de comprarem o carro com desconto de até 35%, as locadoras não recolhem impostos comerciais sobre o valor da nota fiscal. Como são consideradas prestadoras de serviço, não recolhem ICMS.
Sérgio Reze questiona: Se as montadoras podem dar descontos tão grandes às locadoras, por que elas não vendem mais barato para a concessionária, que poderia repassar o desconto para o cliente?

Nenhum comentário:

Postar um comentário